Revista Gestor     Usuário: Senha:  

Um em cada quatro Municípios pode ter surto de dengue, zika e chikungunya

Fonte:Confederação Nacional de Municípios - 11-06-2018

O novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) indica que 1.153 Municípios brasileiros (22%) apresentaram um alto índice de infestação pelo mosquito. Com isso, aumenta o risco de surto para dengue, zika e chikungunya. É preciso intensificar as ações de combate ao Aedes aegypti, mesmo durante o outono e inverno, em todo o país.

Ao todo, 5.191 Municípios realizaram algum tipo de monitoramento do mosquito transmissor dessas três doenças. “O resultado do levantamento indica que é necessário dar mais atenção nas ações de combate ao mosquito. A prevenção não pode ser interrompida, mesmo no período mais frio do ano”, alerta o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Osnei Okumoto.

A continuidade das ações é importante para manter baixos os índices de infestação, justamente para quando chegar a época de maior reprodução do mosquito Aedes aegypti.

O LIRAa é um instrumento fundamental para o controle do mosquito e das doenças transmitidas por ele. Com base nas informações coletadas, o gestor pode identificar os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do Aedes aegypti, bem como o tipo de criadouro predominante. O objetivo é que, com a realização do levantamento, os Municípios tenham melhores condições de fazer o planejamento das ações de combate e controle do mosquito.

Com informações da Agência Saúde

 

Boletim de Direito Público!
Revista Gestor - edição n 32!
Fonseca & Bessa Advocacia - Consultoria jurídica especializada em Gestão de Direitos Público.
Grifon Brasil