Revista Gestor     Usuário: Senha:  

Quem poderá fazer uso da palavra no primeiro dia de audiências sobre as normas das Eleições 2022

Fonte:Tribunal Superior Eleitoral - 22-11-2021

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou as listas das pessoas aprovadas para fazer uso da palavra no primeiro dia de audiências públicas sobre as resoluções das Eleições 2022. Como medida de segurança sanitária, os eventos acontecerão virtualmente, sendo transmitidos ao vivo pelo canal do TSE no YouTube. Confira as relações dos inscritos para as audiências que acontecem nesta segunda-feira (22) na parte da manhã e da tarde.

Podem participar das audiências representantes de partidos políticos e de instituições públicas e privadas, advogadas e advogados, bem como demais pessoas interessadas. Quem desejava falar durante os eventos teve de se inscrever previamente por meio de formulário eletrônico disponível no Portal do TSE desde 9 de novembro.

A elaboração e a relatoria das instruções sobre as resoluções das Eleições 2022 foram indicadas ao ministro Edson Fachin, vice-presidente do Tribunal.

As audiências públicas sobre as resoluções do pleito do ano que vem continuam nesta terça-feira (23). À tarde, será realizada audiência para colher contribuições à norma que regulamentará as Missões de Observação Eleitoral.

Aqueles que quiserem poderão ainda enviar, até as 23h59 desta terça (23), sugestões para os textos das minutas de resolução, por meio do mesmo formulário eletrônico disponível no Portal do TSE.

Conheça a página das audiências públicas das resoluções das Eleições 2022.

Confira a página da audiência pública da resolução das Missões de Observação Eleitoral.

Próximos passos

Encerradas as audiências, os relatores das instruções, com o auxílio das unidades técnicas e dos grupos de trabalho responsáveis pela consolidação das minutas, examinarão as contribuições recebidas, acolhendo-as ou não. Em seguida, submeterão as minutas – bem como a fundamentação, em caso de eventual não acatamento de sugestão apresentada – ao Plenário do TSE, para análise em sessões administrativas. A estimativa é que as resoluções sejam examinadas pelo Plenário da Corte ainda em 2021.

 

 

Boletim de Direito Público!
Revista Gestor - edição n 32!
Fonseca & Bessa Advocacia - Consultoria jurídica especializada em Gestão de Direitos Público.
Grifon Brasil